“E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias.” Atos 19:11

A Palavra de Deus nos ensina que o Senhor Jesus Cristo nos deixou uma missão extraordinária: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. Marcos 16:15 O texto base deste devocional mostra o que Deus fazia através da vida do seu discípulo Paulo. Pela vida de Paulo, nosso Deus realizava maravilhas extraordinárias.

A missão extraordinária que os discípulos receberam do Mestre foi objetiva e clara: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém”. Mateus 28:19-20.

A multiplicação de discípulos é a principal tarefa da igreja aqui neste mundo. Jesus voltará para buscar a sua igreja, nós, seus discípulos, e a nossa missão enquanto estivermos neste mundo, é fazer o maior número de discípulos de todas as nações. O responsável por esta obra de evangelização é o Espirito Santo. A obra de multiplicação de discípulos está sendo coordenada e controlada por Ele. Em Atos 1.8, o Senhor Jesus explica o que o Espírito Santo iria fazer e o que Ele esperava de cada discípulo. Veja: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra”. Atos 1:8. O Espírito Santo daria poder e os discípulos testemunhariam. A Palavra de Deus nos mostra que cada discípulo do Senhor Jesus foi capacitado e revestido de autoridade espiritual para se multiplicar em toda e qualquer circunstância.

Não podemos perder o foco. O nosso testemunho tem que ser uma consequência natural do Espirito Santo em nossa vida. O Espirito Santo tem nos dado poder para a realização desta missão extraordinária.

Nenhuma oposição diabólica ou humana poderá impedir o avanço da multiplicação de discípulos em toda a Terra, pois o nosso Deus, na pessoa do Espirito Santo está no controle desta missão. A parte que nos cabe é viver os princípios contidos na Palavra de Deus: orar sem cessar, evangelizar de forma discipular, plantar novas igrejas (este é um dos desafios da nossa Convenção) e formar líderes multiplicadores cheios de compaixão e graça.

Povo Batista do Planalto Central, precisamos lembrar que nossa missão começa aqui, dentro das nossas casas, do outro lado da rua com os nossos vizinhos, nas nossas igrejas e também em nossos Pequenos Grupos. Nós temos uma grande oportunidade pela frente, juntos, unidos, avançar e multiplicar, cumprindo a Grande Comissão, multiplicando discípulos e organizando novas Igrejas. Sem dúvida, esta missão prioritária deixada pelo Senhor Jesus é uma missão extraordinária.

Que Deus continue nos abençoando!

Um abraço a todos,

Pr. Luís Cláudio Pessanha, Pastor da PIB Valparaíso de Goiás e Presidente da CBPC