Motivo de alegria estar aqui neste momento para compartilhar da Palavra do Senhor. Eu trago aqui o texto que está no evangelho de Jesus Cristo, segundo escreveu Mateus capitulo de número 14, e eu vou lê o verso 30 para entendermos e meditarmos no que o Senhor tem a nos dizer nesse momento, diz assim que diz assim:
“Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!”

Quando nós lemos esse texto e nos aprofundamos no que quê esta mensagem quer nos dizer, que sempre a palavra do Senhor vem pra falar conosco e aqui eu consigo ver a proteção do Senhor em nossas vidas, protegido da tempestade. Aqui nos mostra que esse episódio, que Jesus tinha ficado no mar e tinha mandado seus discípulos atravessarem que iria encontra-los do outro lado, os discípulos num certo momento sentiram até medo porque antes Jesus estava dentro do barco e o barco quase afundou, dessa vez Jesus manda eles novamente só que tem um detalhe, Jesus não está no barco, mas mesmo assim eles seguiram e foram.

A palavra do Senhor diz que em um certo momento ele já estava em alto mar e o vento era contrário, as ondas batiam nesse barco e eles estavam com medo porque eles já tinham vivido essa experiência e como eu falei, dessa vez Jesus não estava no barco, mas eis que surge o momento em que o nosso Senhor vem caminhando sobre as ondas, eles ficam assustados achando que era um fantasma, mas Jesus os tranquiliza dizendo: calma, sou eu!
E Pedro para poder realmente confirmar se era o Senhor diz assim: “Senhor se és tu, permita-me que eu vá até Ti”.

E o Senhor vai e permite: “Venha!”

E Pedro começa a andar sobre as águas, ele experimenta esse sobrenatural de Deus, mas o texto nos diz que: “Sentindo o vento forte ele teve medo.”
E o medo fez com que ele começasse a afundar e naquele desespero ele lança uma palavra, onde diz: “Senhor, Salva-me!”

E o que nos traz nessa meditação é realmente a poderosa mão de Deus. Quando nós estamos num momento de dificuldade, momento de caminhada em que sabemos que temos Deus ao nosso lado, mas quando o vento forte bate nós precisamos lembrar que tem alguém que cuida de nós, alguém que estende ali a sua mão para estar no salvando. Nós podemos trazer algumas pontuações nesse texto:

1º – A ordem do Senhor, quando Ele manda os discípulos irem, os discípulos vão.
2º – A obediência, eles subiram no barco.
3º – Nós podemos ver já uma situação complicada, adversidade, o vento, mas logo após essa tempestade, após esse vento, vem a consolação do Senhor.

O livro do profeta Isaías 41:13 diz que senhor nos toma pela nossa mão direita e nos protege.

“Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo”

Nós vemos aí a grande salvação, Jesus estende a mão e traz Pedro novamente e por fim, o nome do Senhor é glorificado. Como diz no verso 33 de Mateus 14:

“Então aproximando-se os que estavam no barco adoraram dizendo: És verdadeiramente o Filho de Deus!”

Que nesse momento de luta se nós estivermos dentro do propósito de Deus, Ele nos mandarem e nós estivermos indo, o vento pode até bater forte, mas nós podemos ter a certeza que Jesus está pronto a nos resgatar, pronto a nos salvar e o Seu Nome será glorificado.

Que Deus os abençoe, fiquem na paz!

[yotuwp type=”videos” id=”vjDLRiRFbcA” ]


Pr. André Batista