Art. 52. As contribuições das igrejas, destinadas ao sustento e expansão da obra missionária — a cargo da CBPC — são a esta encaminhadas segundo o sistema financeiro denominado “Plano Cooperativo”.

Art. 53. A destinação dos recursos levantados por meio do Plano Cooperativo é determinada pela Assembléia Geral, mediante prévio estudo e encaminhamento do Conselho.
Parágrafo único. A destinação referida neste artigo é feita em forma de percentuais, baseados na análise dos relatórios e orçamentos anuais das entidades, organizações e órgãos envolvidos.

Art. 54. O orçamento é aprovado pela Assembléia Geral mediante encaminhamento do Conselho e entrará em vigor no 1º dia do exercício fiscal subsequente.


O Plano Cooperativo surgiu em 1957, durante a Assembleia Anual da Convenção Batista Brasileira, em Belo Horizonte. Nasceu para a manutenção do trabalho geral dos batistas brasileiros e como método eficiente e bíblico para desenvolver a obra de missões. O Plano Cooperativo foi apresentado em 1957, e dois anos depois, em 1959 foi colocado em prática para que os batistas brasileiros testemunhassem de Cristo “até os confins da terra”.

O QUE É  O PLANO COOPERATIVO
É resultado da fidelidade de crentes em seus DÍZIMOS e igrejas que, com toda a liberalidade, decidem empregar uma parte dos recursos à sua disposição, enviando para a Convenção, com o intuito de que a obra de Deus cresça mais equilibradamente no Estado, Brasil e no mundo, ou seja, fruto da união das igrejas batistas no esforço comum de alcançar o ser humano como um todo.

IMPORTÂNCIA DO PLANO COOPERATIVO

A contribuição denominada Plano Cooperativo é que dá suporte a toda engrenagem batista, no Brasil e no Mundo. Recebemos outras contribuições, porém o Plano Cooperativo é como a mola propulsora da engrenagem denominacional. Por isso somos gratos a todas as igrejas e ao mesmo tempo solicitamos que mantenham o Plano Cooperativo como objetivo de contribuição e fidelidade denominacional.

Identificando o seu depósito

Transferência Bancária Bradesco
Ag. 2219
CC. 24924-6

07.917.870/0001-79

Convenção Batista do Planalto Central

Depósito direto nas agências Bradesco
Informar nome do depositante no ato do depósito:
Ag. 2219
CC. 24924-6

Entregar diretamente na tesouraria da CBPC
SGAN 711/911 – Módulo C
Asa Norte – Brasília – DF

Mais Informações
(61) 3349-5665
(61) 9 9932-8910
financeiro@cbpc.org.br

De acordo com o levantamento do setor financeiro da CBPC, tivemos aproximadamente 10,95% de depósitos não identificados.
Veja algumas medidas que podem ajudar na identificação do seu depósito.

“Whatsapp”]

Enviar uma Whatsapp para o numero (61) 9 9932-8910 informando o valor, igreja e a data do depósito.

“Telefone”]

Ligar para a CBPC pelo numero (61) 3349-5665/9 9932-8910 informando o valor, igreja e a data do depósito.

Enviar um Email para financeiro@cbpc.org.br informando o valor, igreja e a data do depósito.

Através do repasse do Plano Cooperativo, enviado por sua igreja, nos últimos cinco anos mais da metade de todas as receitas foi investida no campo missionário?


Para o Brasil

  • R$ 567.042,86 aos Seminários do Norte, do Sul e Equatorial; aos cerca de 2 mil missionários da JMM/JMN no Brasil e em outros 70 países do mundo, através do Plano Cooperativo Nacional.

Para o Planalto Central

  • R$ 1.323.722,61 a CBPC investiu diretamente no sustento de missionários no Planalto Central.
  • R$ 1.473.377,70 a CBPC investiu na compra de terrenos, reformas e aluguéis para os missionários do campo CBPC.

Perspectivas Missionárias

A CBPC tem como objetivo estratégico, para os próximos cinco anos, ampliar para 50 o número de parcerias missionárias com suas igrejas.

  • Treinar e equipar líderes vocacionados no seu Campo.
  • Apoiar a abertura de 200 novas igrejas.
  • Alinhar todas as expressões missionárias dos Batistas do Planalto Central.
  •  Apoiar a instalação de projetos de plataforma social, como saúde e educação nas nossas comunidades.