https://cbpc.org.br/wp-content/uploads/2017/11/1-6.jpg

 

“Todo Cristão ou é um missionário ou é um impostor”

Charles Spurgeon

 

     Toda igreja é essencialmente missionária, pois é consequência da função evangelística dada à ela por Deus. Mateus 28: 18-20 e Atos 1: 8 deixam claro o fato de que devemos levar o Evangelho de Jerusalém a confins da terra, a missão é fazer discípulos. Dito isso, a igreja não pode recuar nem se omitir diante desta missão. Uma vez que somos igreja, tudo o que pensamos, falamos ou fazemos deve girar em torno de tornar o nome de Jesus conhecido em todas as nações.

     Em 2 Coríntios 5: 15 diz que Cristo se sacrificou por amor a todos, e isso significa que cada ser humano precisa ser alcançado pela Graça de Deus, independente do contexto, cultura, idioma, gênero, etc. Em resumo, não existe preconceito no Evangelho, Deus quer que todos sejam salvos.

     Por isso, é muito importante que a igreja continue a promover a visão missionária de geração em geração, pois se ela perder essa visão ela deixará de ser aquilo que Deus a criou para ser. Relembrar os princípios missionários constantemente, e fazer a obra em oração é o que a mantém a Igreja frutificando para a eternidade.