https://cbpc.org.br/wp-content/uploads/2017/11/1-6.jpg

 

      Nos dias de hoje, com o avanço da tecnologia, e a consequente facilitação de processos, é notório que a humanidade tem ficado mais impaciente quando se trata de esperar e persistir. As novas gerações estão, cada vez mais, crescendo nos moldes das facilidades que o mundo moderno tem a oferecer. Agora, somando isso com o surgimento de diversas formas de entretenimento, isso tem resultado em uma humanidade cada vez mais anestesiada, impaciente, e distraída; portanto, imatura. E isso tem tido um impacto negativo em nossa geração no que se refere a vida espiritual, é evidente que o mundo tem ficado cada vez mais propício à acelerar e lotar nossas agendas a ponto de dificultar nosso relacionamento com Deus.

    Sabemos da necessidade da oração em nosso cotidiano, tanto para o avanço do Reino de Deus sobre a terra, quanto para que estejamos no centro da vontade de Deus em nossa vida pessoal. Por isso, para que o Reino avance, precisamos orar. Cristo nos disse “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Orem ao Senhor da colheita; peçam que ele envie mais trabalhadores para o seus campos” (Mateus 9: 37-38). Conforme foi dito, a demanda é grande, e precisamos atendê-la. É preciso orar mais, para que Deus capacite mais pastores, que cada igreja do nosso campo se torne uma Escola de Líderes, para que todos aqueles que atualmente estão desviados da fé se reconciliem com o Senhor, para que venham a se tornar os líderes que a Igreja precisa.