AMOR QUE FAZ – A experiência de Matheus Henrique

“Eu sou bem chorão, mas eu nunca choro na frente de ninguém. Não tem como a gente conter as lágrimas diante da situação, vendo a necessidade de estarmos ali abençoando aquela população.”

compartilhar